Novas Diretrizes do Conselho Federal de Medicina Revolucionam Publicidade Médica no Brasil

Regras Atualizadas Liberam Mais Ações Publicitárias para Médicos, Mas Com Limites


Em uma movimentação bastante aguardada, o Conselho Federal de Medicina (CFM) anunciou novas regras para a publicidade médica. Após mais de três anos de análise e cerca de 2.600 sugestões oriundas de consulta pública, a nova resolução entra em vigor 180 dias após a publicação no Diário Oficial da União.

Médicos nas Redes Sociais

O marco mais impactante é, sem dúvidas, a permissão para médicos divulgarem seus trabalhos nas redes sociais. Os profissionais podem agora publicar fotos de "antes e depois" de procedimentos e exibir depoimentos de pacientes, desde que com fins educativos.

Descontos e Promoções

Outra novidade é a autorização para anunciar descontos e promoções em campanhas, desde que não estejam ligadas a vendas casadas. Com isso, o CFM busca adaptar a profissão às novas formas de mercado.

Equipamentos e Consultas

Médicos podem agora também anunciar os equipamentos utilizados em suas clínicas e divulgar o valor das consultas, mantendo a transparência com os pacientes.

Limitações Mantidas

Ainda há restrições. Médicos não podem, por exemplo, garantir resultados ou fazer publicidade de equipamentos não aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).A modernização das regras pelo CFM atende a um mercado em constante evolução, mas mantém o compromisso com a ética e o bem-estar dos pacientes.